segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

A espera....




Uma árvore,

Um barco,

Um abandono,

Vidas cruzadas,

Pode passar tempo,

Pode passar ano e...

Ele está lá esperando,

Como se viesse do rio

Algo que o levasse novamente a navegar.

Mas está esperando estagnado.

Não vê que o tempo passou e nada aconteceu,

A árvore cresceu,

O vento derrubou algumas folhas,

A chuva fortaleceu seu corpo,

A seca fortaleceu suas raízes,

E o barco está lá,

Apodrecendo.



Myrian Benatti

obs. Esta imagem foi tirada da estancia beira rio pertencente a mim mesma, situada no paraná.

Um comentário:

cida disse...

Oi!
Linda essa poesia!Nos remete ao compromisso que temos com o aproveitamento do tempo...não dá para olhar para trás, nem para muito longe, somente dá para olharmos para hoje, agora...esse é o nosso momento.
Parabéns sempre!
Bjs
Cida Sardinha

Bem vindo!!!

Seja sempre bem vindo
Quando ler meus textos ou dos meus amigos, comente.Suas palavras sempre serão bem vindas.Se não souber o que falar deixe um abraço, mas não faça comentários maldosos, estes vc guarde.Entre e fique a vontade, vc faz parte da família, dos amigos

Alma Encantada

Alma Encantada
sempre sorrindo!!!
Loading...

Marcadores

Quem sou eu

Minha foto
Sou poesia,sou procura, sou ilusão.

quem sou eu...

Desde mocinha eu escrevia poesias, cada vez que eu terminava uma paixão, eu fazia um poema, cada tristeza, alegria,cada olhar maroto.Acho que porisso me tornei uma poetiza, pq sempre estive apaixonada.As lágrimas que eu derramava se transformavam em sementes, em letras, em textos, em poemas.Ainda hoje faço isso, qdo estou triste com alguém eu escrevo uma poesia, cada poesia minha tem uma história.É como a semente que transformou em árvore.(MyrianBenatti)