segunda-feira, 6 de agosto de 2007

AUTO-SOLIDÃO



AUTO-SOLIDÃO

Por Antonio Nunes dos Santos
'Nenhum homem é uma ilha'
Há muito tempo, quando ouvi essa frase pela primeira vez, confesso, não a compreendi. É claro, - pensei – nenhum homem é uma ilha assim como nenhum macaco é uma agulha! Lógico!
Quando amadurecemos, além do corpo, também a mentalidade, novas compreensões vão aos poucos nos invadindo a mente. Sentimentos, desejos, sensações e emoções tornam-se completamente claras ou pelo menos mais visíveis.
Homem nenhum pode ser uma ilha, porque ninguém pode isolar-se de tudo e de todos. A solidão ajuda na busca pela solução de alguns problemas, bem como para esquecer ou lembrar de algo ou alguém. Mas essa mesma solidão, quando prolongada, pode destruir o ego, a auto-estima, o amor próprio e com qualquer vestígio de humanidade em uma pessoa. Quem se isola em seu próprio eu, fatalmente constrói o esquecimento, mesmo sem perceber...
E não há maior tristeza que o esquecimento. Pouca coisa machuca tanto como ver um amigo, depois de anos, e ele não o reconhecer ou fingir que não o reconheceu.
Quando alguém que você considera especial, lhe esquece na comemoração de um momento também especial.
Quando você está triste e ninguém nota.
Quando o desespero lhe leva à loucura de caminhar em direção ao abismo e você sabe que não haverá ninguém para lhe segurar a mão.
Quando seu sorriso e alegria já não conseguem contagiar ninguém.
Quando apenas o sol lhe dá bom dia...
Ser esquecido é o pior castigo que o isolamento pode causar. E a vida, antes tão bela, com tanta magia e poesia... aos poucos perde seu encanto e deixa de ter sentido.
Não se isole, busque o outro! Engula seu orgulho e procure seus amigos, faça outros. Procure fazer uma auto-crítica construtiva buscando eliminar atitudes que lhe afaste dos demais.
A vida é uma obra de arte que não mostrará sua verdadeira beleza a quem resolver contemplá-la sozinho.

Espelho


Alguém muito desanimado entrou na igreja e falou com Deus:"Senhor, aqui estou porque nas igrejas não há espelhos. Nunca me senti satisfeito com a minha aparência".Subitamente uma folha de papel caiu aos pés dele, vinda do alto do templo. Atônito ele a apanhou e viu a seguinte mensagem:''A feiúra é invenção dos homens e não minha.
Não importa se os braços são longos ou curtos... sua função é o desempenho do trabalho honesto.
Não importa se as mãos são delicadas ou grosseiras... sua função é dar e receber o bem.
Não importa a aparência dos pés... sua função é tomar o rumo do amor e humildade.
Não importa se a cabeça tem ou não cabelo, mas sim os pensamentos que passam por ela.
Não importa a cor dos olhos... o que importa é que eles vejam o valor da vida.
Não importa se a boca é graciosa ou sem atrativo... o que importa são as palavras que saem dela''.Atônito o homem foi saindo da igreja e na porta de vidro viu o seu reflexo.E ali estava escrito:

"Veja com bons olhos seu reflexo neste vidro e lembre-se que em tudo que existe escrito sobre mim não há uma única linha dizendo que sou bonito".(A.D)


Recebido por um amigo, não sei quem escreveu....

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Vida!!!




Vida!!!
Angústias...
Silêncio...
Que penetra no ser...
Onde está você agora?
Que não consigo alcançar?
Onde estou que você não me nota?
Porque não permite que eu te veja,
Quando me olha desse jeito?
Deixa-me entrar dentro de você
Para lhe ajudar cada vez que você se ausenta
Eu olho para você, não sei onde está seu pensamento.
Mesmo que seus olhos fiquem inertes eu sei que está aqui.
Sua alma está longe buscando algo que você perdeu.
Eu não posso alcançar, então deixe eu te pegar no colo.
Trazer para dentro do meu coração, abrir sua janela.
E deixar o sol entrar.

Myrian Benatti


Escrito em um dia que trabalhava com uma criança autista.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Na partilha da Alma



Na partilha da Alma

No silêncio e no dia
Cria a mais serena melodia
O esgar de apenas um olhar.
Saberemos sempre onde direcionar os nossos pensamentos
Um dia...
Num eterno comungar
Na alvura do seu ânimo,
Descobre a semente da brancura,
Oferece-se com candura.
No negrume das letras,
Esgar é um sorriso que não é feliz,
É um sorriso que espera...
Um sorriso eterno
Entre a definição e a causa,
Um sorriso que um dia abraçará a alma.
Vibra na inquietação
Na partilha.
Escreve-se sempre na ausência da calma.

Fernando Lopes da Silva (poeta português)
Myrian Benatti ( poetisa brasileira)


Um presente de Fernando para Myrian.

Bem vindo!!!

Seja sempre bem vindo
Quando ler meus textos ou dos meus amigos, comente.Suas palavras sempre serão bem vindas.Se não souber o que falar deixe um abraço, mas não faça comentários maldosos, estes vc guarde.Entre e fique a vontade, vc faz parte da família, dos amigos

Alma Encantada

Alma Encantada
sempre sorrindo!!!
Loading...

Marcadores

Quem sou eu

Minha foto
Sou poesia,sou procura, sou ilusão.

quem sou eu...

Desde mocinha eu escrevia poesias, cada vez que eu terminava uma paixão, eu fazia um poema, cada tristeza, alegria,cada olhar maroto.Acho que porisso me tornei uma poetiza, pq sempre estive apaixonada.As lágrimas que eu derramava se transformavam em sementes, em letras, em textos, em poemas.Ainda hoje faço isso, qdo estou triste com alguém eu escrevo uma poesia, cada poesia minha tem uma história.É como a semente que transformou em árvore.(MyrianBenatti)