domingo, 20 de abril de 2008

Feliz "desaniversário" para mim!!!


Feliz "desaniversário" para mim!!!

Adoro festa, adoro fazer aniversário, adoro ganhar presentes, adoro dar presentes.
Hoje dia 20/04 fiz 51 anos. Convidei os amigos mais íntimos, meus pais, e uma das minhas irmãs, porque a outra gêmea comigo está um pouco longe, mas com certeza ficamos ligadas em pensamento.
Há alguns anos eu tinha muito mais amigos que agora, amigos reais e até virtuais, mas com o passar do tempo tudo vai se acabando, é como uma peneira. Aos poucos vai sumindo a quantidade e ficando a qualidade.
Alguns poucos amigos me ligaram, os que ligam todo ano, outros com certeza vão se lembrar daqui uns dias, isso não importa, outros só vão se lembrar depois de ler esse texto.
Procurei um texto que fala do desaniversário. O desaniversário é o aniversário de todo os dias do ano menos o dia em que comemoramos o nosso aniversário.
Hoje foi um dia especial. Estive com pessoas especiais o tempo todo, tiramos fotos, conversamos e rimos muito.
Estar com amigos é muito importante, e ter amigos que lembram de você é essencial, não importa a distância o que importa é a conexão das almas.



Myrian Benatti

domingo, 13 de abril de 2008

Numa sexta feira qualquer


Toda sexta feira eu tenho duas amigas que se reúnem para um bate papo informal, elas levam uma cervejinha, um smirnoff, gelo, limão, e uns come e bebe, ambas tem filhos e também muitos amigos, às vezes ficam só entre as duas, às vezes tem seus convidados especiais, suas amigas de trabalho. Eu sou uma das amigas especiais embora não seja de trabalho, mas pq. conquistei esse espaço, no começo eu ia sozinha, depois comecei a levar a minha turma que também é uma turminha legal.
Nesta sexta feira foi aqui em casa, fizemos um “churrasquinho de gato”, é um tipo de churrasquinho pequeno só pra comer naquele instante. Como estou em reeducação alimentar, para não falar que estou de regime bravo mesmo, que essa palavra dói, dói na alma, no estomago, tenho que emagrecer e bastante, fiz aquela salada, pra falar a verdade só gostava de ver a salada na mesa ou então em fotos porque ela é linda e colorida, agora eu a acho saborosa, deliciosa, gostosaaaa.
As meninas (vou chamar de meninas porque a mais nova deve ter uns 43 anos) variaram de bebidas, tem a que toma só cerveja, a que toma só smirnoff com gelo, limão e coca-cola, há quem toma só a coca e quem toma ora coca ora água, eu como vocês viram nada aí era light, fiquei na água.
Os comes eram carninha de frango, peito, e carne de boi bem fininho pra se fazer na chapa, tinha picles, e a salada maravilhosa.
Nossos papos variam, como elas agora têm computador, agora nossos papos giram em torno de internet, amores virtuais, amores reais, trabalho, vida, filhos, vida real, planos futuros, tristezas alegrias, de poesias.
Entre uma cerveja, e muitas águas a noite acaba virando madrugada.
Uma delas me pediu que eu fizesse um texto desse dia.
Todas as meninas que estavam em minha casa são maravilhosas, minhas amigas do peito, porque posso fazer confidencias porque são pessoas leais.
Espero que essas amizades por ser de quase segunda idade permaneça até a terceira idade com muita alegria.



Myrian Benatti





quinta-feira, 10 de abril de 2008

A Canção Dos Seus Olhos



Ao longe toca uma música, uma melodia suave... Dont worry be happya de Bob Marley.
Quando vejo meu corpo balança conforme o tom da música, eu acompanho o assobio, nunca pensei que soubesse assobiar, mas a música me contagiou.
Todo o meu corpo pertence agora a este som que dura exatamente três minutos e 54 segundos.
Quando a música para sinto um grande vazio, um silêncio paira em mim.
Agora toca a música “A noite de meu bem de Dolores Duran”, alguém do outro lado deve estar triste, a música está variando, ora é uma musica de balada ora é uma música de dor de cotovelo.
Ouvir música através de outra pessoa é muito interessante, você viaja no sentimento alheio, imagina o que passa no coração do outro, mesmo porque você não sabe se é homem ou mulher que está ouvindo.
A nova música dá um rumo do sentimento, creio que quem ouve as músicas seja uma mulher romântica e muito triste “Eu sou a outra de Carmen Costa” e logo em seguida “Fim de caso de Dolores Duran” ouço alguns soluços, não sei se devo ir até lá, estou curiosa e apreensiva.
Fico onde estou parada ouvindo a nova música “Gente Humilde de Ângela Maria” e meu coração aos poucos vai se conectando com a tristeza, porque tristeza contagia assim como a música outrora me contagiou. “Nossos Momentos de Elizete Cardoso” agora não é mais a vizinha que está triste, sou eu que entristeci. “Meu mundo caiu e Ouça - duas músicas de Maysa” penso em bater na porta da vizinha e chorar com ela, mas não creio que ela fosse entender. Toca a última música “A canção dos seus olhos de Maysa”, os meus olhos embargados de lágrimas, presta atenção em cada frase para poder entender o seu significado e ao mesmo tempo sossegar meu coração.

A Canção Dos Seus Olhos

Composição: Desconhecido

ai voce foi embora era hora de ir

depois que sabe que tristeza haveria

ai! foi bom separar os meus

olhos dos seus

o meu olhar apagarei do teu olhar


ah! não faz mal a distâcia

ah! nao faz mal a saudade

hoje é melhor eu saber

que você nao sofreu

se eu sofri não faz mal


ai! nasceu do sofrimento

na esperança e no amor

nasceu de mim

a canção dos olhos seus


Myrian Benatti

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Acordo com a brisa da manhã


Acordo com a brisa da manhã, espreguiço-me
deitada na cama ainda abraçada aos lençóis penso em você,
sei que me espera.
Levanto e ando pela casa completamente nua,
tomo uma ducha ainda pensando em você,
o sabonete desliza em meu corpo
como se fosse sua mão conhecendo meus mistérios,
a espuma nos meus seios e pernas me deixa excitada,
imagino você do outro lado
suas pernas entrelaçando com as minhas
suas mãos em mim,
você em mim.
Assim fico por alguns momentos de olhos fechados
saboreando o instante.
Saio da banheira enrolada numa toalha branca, felpuda,
Enxugo-me devagar, como uma carícia,
ainda completamente nua procuro o perfume que você me deu,
borrifo uma gota de Eau de Soir nos lóbulos,
uma gota em meus pulsos, e entre meus seios,
escolho uma calcinha de renda estampada,
com flores vermelhas e fundo pérola,
coloco o corpete com a cinta liga
visto-me sensual para você,
meias finas,
jogo em cima um vestido leve que dança em meu corpo,
passo apenas um lápis em meus olhos e um batom,
visto meu escarpin preto pego minha bolsa e saio.
Estou com você no meu pensamento,
ouço a nossa música, cantarolo alguns trechos...da música de Vinícius
"Quando a luz dos olhos meus e a luz dos olhos teus
resolvem se encontrar, Ai, que bom que isso é, meu Deus
que frio que me dá o encontro desse olhar".
E vou ao seu encontro.




Myrian Benatti

Bem vindo!!!

Seja sempre bem vindo
Quando ler meus textos ou dos meus amigos, comente.Suas palavras sempre serão bem vindas.Se não souber o que falar deixe um abraço, mas não faça comentários maldosos, estes vc guarde.Entre e fique a vontade, vc faz parte da família, dos amigos

Alma Encantada

Alma Encantada
sempre sorrindo!!!
Loading...

Marcadores

Quem sou eu

Minha foto
Sou poesia,sou procura, sou ilusão.

quem sou eu...

Desde mocinha eu escrevia poesias, cada vez que eu terminava uma paixão, eu fazia um poema, cada tristeza, alegria,cada olhar maroto.Acho que porisso me tornei uma poetiza, pq sempre estive apaixonada.As lágrimas que eu derramava se transformavam em sementes, em letras, em textos, em poemas.Ainda hoje faço isso, qdo estou triste com alguém eu escrevo uma poesia, cada poesia minha tem uma história.É como a semente que transformou em árvore.(MyrianBenatti)