quinta-feira, 10 de abril de 2008

A Canção Dos Seus Olhos



Ao longe toca uma música, uma melodia suave... Dont worry be happya de Bob Marley.
Quando vejo meu corpo balança conforme o tom da música, eu acompanho o assobio, nunca pensei que soubesse assobiar, mas a música me contagiou.
Todo o meu corpo pertence agora a este som que dura exatamente três minutos e 54 segundos.
Quando a música para sinto um grande vazio, um silêncio paira em mim.
Agora toca a música “A noite de meu bem de Dolores Duran”, alguém do outro lado deve estar triste, a música está variando, ora é uma musica de balada ora é uma música de dor de cotovelo.
Ouvir música através de outra pessoa é muito interessante, você viaja no sentimento alheio, imagina o que passa no coração do outro, mesmo porque você não sabe se é homem ou mulher que está ouvindo.
A nova música dá um rumo do sentimento, creio que quem ouve as músicas seja uma mulher romântica e muito triste “Eu sou a outra de Carmen Costa” e logo em seguida “Fim de caso de Dolores Duran” ouço alguns soluços, não sei se devo ir até lá, estou curiosa e apreensiva.
Fico onde estou parada ouvindo a nova música “Gente Humilde de Ângela Maria” e meu coração aos poucos vai se conectando com a tristeza, porque tristeza contagia assim como a música outrora me contagiou. “Nossos Momentos de Elizete Cardoso” agora não é mais a vizinha que está triste, sou eu que entristeci. “Meu mundo caiu e Ouça - duas músicas de Maysa” penso em bater na porta da vizinha e chorar com ela, mas não creio que ela fosse entender. Toca a última música “A canção dos seus olhos de Maysa”, os meus olhos embargados de lágrimas, presta atenção em cada frase para poder entender o seu significado e ao mesmo tempo sossegar meu coração.

A Canção Dos Seus Olhos

Composição: Desconhecido

ai voce foi embora era hora de ir

depois que sabe que tristeza haveria

ai! foi bom separar os meus

olhos dos seus

o meu olhar apagarei do teu olhar


ah! não faz mal a distâcia

ah! nao faz mal a saudade

hoje é melhor eu saber

que você nao sofreu

se eu sofri não faz mal


ai! nasceu do sofrimento

na esperança e no amor

nasceu de mim

a canção dos olhos seus


Myrian Benatti

Nenhum comentário:

Bem vindo!!!

Seja sempre bem vindo
Quando ler meus textos ou dos meus amigos, comente.Suas palavras sempre serão bem vindas.Se não souber o que falar deixe um abraço, mas não faça comentários maldosos, estes vc guarde.Entre e fique a vontade, vc faz parte da família, dos amigos

Alma Encantada

Alma Encantada
sempre sorrindo!!!
Loading...

Marcadores

Quem sou eu

Minha foto
Sou poesia,sou procura, sou ilusão.

quem sou eu...

Desde mocinha eu escrevia poesias, cada vez que eu terminava uma paixão, eu fazia um poema, cada tristeza, alegria,cada olhar maroto.Acho que porisso me tornei uma poetiza, pq sempre estive apaixonada.As lágrimas que eu derramava se transformavam em sementes, em letras, em textos, em poemas.Ainda hoje faço isso, qdo estou triste com alguém eu escrevo uma poesia, cada poesia minha tem uma história.É como a semente que transformou em árvore.(MyrianBenatti)