terça-feira, 4 de novembro de 2008

Não aceito caronas


Se eu pudesse voltar ao passado

Tiraria a placa de “não aceito caronas”.

Vivi poucos amores,

Não por não acreditar

Mas por acreditar no romance,

Na paixão, no amor.

Se fosse hoje amaria muito mais,

Deixaria meu coração trilhar

Seus próprios caminhos,

Deixá-lo-ia ser machucado

Assim ele se fortificaria,

Daria menos trabalho,

Menos dor, menos ilusão.





Myrian

Um comentário:

GUSPA disse...

PArabéns.. ler "nao aceito caronas" me levou a uma encruzilhada onde quando cheguei nao havia placas. mas o texto apareceu como uma placa indicativa qual o melhor caminho para a vida...
abrç

Bem vindo!!!

Seja sempre bem vindo
Quando ler meus textos ou dos meus amigos, comente.Suas palavras sempre serão bem vindas.Se não souber o que falar deixe um abraço, mas não faça comentários maldosos, estes vc guarde.Entre e fique a vontade, vc faz parte da família, dos amigos

Alma Encantada

Alma Encantada
sempre sorrindo!!!
Loading...

Marcadores

Quem sou eu

Minha foto
Sou poesia,sou procura, sou ilusão.

quem sou eu...

Desde mocinha eu escrevia poesias, cada vez que eu terminava uma paixão, eu fazia um poema, cada tristeza, alegria,cada olhar maroto.Acho que porisso me tornei uma poetiza, pq sempre estive apaixonada.As lágrimas que eu derramava se transformavam em sementes, em letras, em textos, em poemas.Ainda hoje faço isso, qdo estou triste com alguém eu escrevo uma poesia, cada poesia minha tem uma história.É como a semente que transformou em árvore.(MyrianBenatti)